Flip

Desde 2003, a Flip oferece todos os anos em Paraty um banquete literário. Mais que um evento, a festa é uma manifestação cultural – sempre em conexão com a cidade que a recebe. Numa interlocução permanente entre as artes, promove conhecimentos focados sobretudo na diversidade.

Às margens do rio Perequê-Açu, numa tenda especialmente montada para a festa, autores se reúnem em conversas que transitam por múltiplos temas, como teatro, cinema e ciência. Além disso, a Flip oferece uma programação que mantém seus princípios fundadores: originalidade, intimismo, informalidade, o encontro singular entre escritores e público. Flipinha, FlipZona e FlipMais compõem o programa da festa, com atividades que combinam literatura infantojuvenil, performance, debates, artes cênicas e visuais.

Cada edição presta homenagem a um autor brasileiro – uma maneira de preservar, perpetuar, difundir e valorizar a língua portuguesa e a literatura do Brasil. Pensados pelo curador da festa, os eixos temáticos são apresentados a partir de um potente time de escritores e escritoras. Salman Rushdie, Don DeLillo, Ariano Suassuna, Isabel Allende, Neil Gailman, Angélica Freitas, Toni Morrison e Chico Buarque são alguns dos nomes que já circularam por Paraty. Como de costume, trazer à tona autores da nova geração também é parte fundamental da programação da Flip.

veja mais

 

Programação Principal

Tenda dos Autores_©waltercraveiro06

foto: Walter Craveiro

Nos cinco dias de festa, a Flip transforma Paraty em palco de um vigoroso encontro de ideias. Após a escolha do autor homenageado, que dá o tom das conversas da edição, o curador reúne convidados ao redor de temas que circulam por literatura, cultura e atualidade.

O tradicional Show de Abertura traz música e ritmo à festa, na noite de estreia da Flip. Na Tenda dos Autores, montada especialmente para as mesas literárias, um clima intimista e familiar se estabelece entre os visitantes, facilitando o livre diálogo entre os autores.

veja mais

 

FlipMais – Território

Tim Crouch©AndreConti22

foto: André Conti

A programação da Flip transborda os limites da Tenda dos Autores e se espalha por Paraty. Teatro, música, cinema e literatura se encontram nas atividades da FlipMais, que ocupa a Casa da Cultura e a Capelinha. Com eventos totalmente gratuitos, é marcada por diversidade criativa e pela presença de múltiplos agentes culturais brasileiros.

Flipinha

praçaMatriz©andreconti-2

foto: André Conti

Encontros com escritores e ilustradores enchem a Ciranda dos Autores de pequenos leitores nos dias de festa literária. Voltada às crianças, a Flipinha nasceu para incentivar a leitura e difundir cultura e conhecimento.

Desde 2004, propicia, além de bate-papos, oficinas criativas, apresentações de escolas de Paraty – aquelas com trabalhos educativos realizados em parceria com a Flip durante todo o ano –, atividades na Biblioteca Casa Azul e as concorridas sombras dos pés-de-livro na Praça da Matriz, onde obras literárias ficam à disposição para leitura enquanto ocorre a festa

veja mais

 

FlipZona

Central FlipZona©AndreConti-5

foto: André Conti

Incentivar a leitura e a produção cultural por meio de novas mídias é o que embala a FlipZona – conhecida como a ala jovem da Flip. Iniciativa de cultura, educação e tecnologia criada em 2009, promove ações que envolvem os alunos da região de Paraty, com ações teóricas e práticas que acontecem no decorrer do ano letivo.

Durante as oficinas da FlipZona, os jovens se atêm à confecção e documentação de material audiovisual sobre o patrimônio material e imaterial de Paraty, além da elaboração de conteúdo para redes sociais e realização de eventos culturais.

veja mais